segunda-feira, 11 de agosto de 2008




Mundo que é mundo tem que haver geração de lucro. Certo?


Eh, é... pode ser.


Vão levando meio assim, se alienando daqui, carimbando atestados de alegria(vida boa?) dali,


E o mundo tá perfeito.


Carreira promissora, férias semestrais, plano de saúde, vale-almoço, vale-academia, vale-gasolina... vale-VIDA.


Uma pseudo-tentativa de rotina e feliz aposentadoria.


Chegando aos 50 tranquilo, casa, carros, viajens... ah, agora sim, vai atras 'daquele' sonho.


O tempo como sempre, corre.


A chance despencou, você se acomodou... e o sonho, ahhh e você insiste em chamar de 'SONHO', porque com chances bem intencionadas seria 'plano'.


Plano de vida, de sucesso, felicidade e auto-reconhecimento.


Ops, tinha esquecido, isso não dá lucro.


Então voltando ao combustível do mundo...




Posso virar alienígena?!


Um comentário:

Carol Ferraz disse...

Doce poetisa...=D
E esse texto enh??Resultado dos meus medos e desconfianças foi?!;)
Sensibilidade à flor da pele...vc vai longe...e eu estarei aqui...torcendo por isso!
=D